Equipe Educacional

Superintendente Pedagógico e Educativo

José Simões

É professor, encenador e pesquisador nas áreas da sociologia do teatro e pedagogia do teatro, diretor teatral e dramaturgo. Graduado em artes cênicas pela Unicamp (1992); mestre em Comunicação e Semiótica PUC-SP (2001); doutor em artes pela USP (2007) e pós-doutor pelo Centro de Estudos Sociais/Universidade de Coimbra (2010) e pela Fundação Carlos Chagas (2017). Coorganizador do Léxico da Pedagogia do Teatro e do livro Cidade e Espetáculo: A cena teatral luso-brasileira contemporânea. Foi secretário da Cultura e da Educação do município de Sorocaba, além de professor, pesquisador, coordenador e responsável pela implementação do primeiro curso de licenciatura em Teatro Universitário da região metropolitana da cidade, na Uniso. Foi professor adjunto da Faculdade de Educação da UFMG. Em Portugal, atuou como pesquisador e avaliador de projetos teatrais pela Direção Regional de Cultura Centro-Coimbra (2008-2009). Ao longo da carreira acadêmica, produziu artigos científicos e relatórios de pesquisa, com participação de centenas de seminários, congressos e outros eventos ligados ao teatro, cultura e educação.

Concepção Pedagógica

Gisèle Santoro Filha

É professora, bailarina, coreógrafa e pedagoga da dança. Possui bacharelado em Relações Internacionais com Láurea Acadêmica outorgado pelo Centro Universitário IESB Brasília (2015) e mestrado em Pedagogia da Dança pela Palucca Hochschule für Tanz Dresden (2018), onde atuou como professora de 2017 a 2019. Participou como professora, solista e assistente de direção do Seminário Internacional de Dança de Brasília (1991-2016). Foi maître de balé e professora convidada de instituições como English National Ballet School, Oper Leipzig, Oper Hannover, Badisches Staatstheater Karlsruhe, Hessisches Staatstheater Wiesbaden, Mainfranken Theater Würzburg, Theater Nordhausen, Balletschule der Wiener Staatsoper e Teatro Nacional da Croácia Split, além do 34° Festival de Dança de Joinville e da Cisne Negro Cia de Dança, Cia de Dança Deborah Colker, Ballet da Cidade de Niterói e Ballet do Teatro Municipal Rio de Janeiro, onde iniciou a carreira como bailarina. Radicada na Alemanha, foi solista do Nationaltheater Mannheim (1987-1991) e primeira bailarina da Ópera de Magdeburg, na qual atuou paralelamente como professora (1992-2005). Atuou como remontadora e coreógrafa para diversas companhias e foi diretora e professora do Ballet Jovem de Brasília (2012-2016). Atualmente é professora, coordenadora de dança clássica e repertório do secundário do Ginasiano Escola de Dança, Portugal.

CURSOS REGULARES

Coordenador de Área

Junior Oliveira
É artista, produtor e gestor cultural licenciado em Dança pela UFBA (2014). É vice-diretor da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia e professor com vasta experiência no ensino-aprendizado das técnicas de balé clássico (método Royal Academy of Dance) e jazz dance desenvolvida a partir do projeto Workdance – Trabalho em Dança, que consiste na realização de oficinas de aprimoramento técnico e artístico direcionado para a formação de estudantes/artistas da dança de cidades do interior do Estado da Bahia. É reconhecido no cenário da dança por desenvolver, articular e produzir inúmeras proposições artísticas relacionadas à dança, ao teatro e a performances na cidade de Salvador e no interior do Estado da Bahia. Suas performances e produções coreográficas se deram em parceria com escolas e companhias de dança na cidade de Salvador e com os projetos Cena Queer, que aborda temáticas relacionada à identidade, gênero e sexualidade, Núcleo Vagapara, Dança Cover e Cruzamentos, projeto que consiste em reunir artistas de diferentes contextos do Brasil cujos trabalhos podem se aproximar por algo em comum.

Coordenador do Curso de Dança e Performance

Flavio Lima

Artista da dança, pesquisador, professor de dança e coreógrafo, interessado em processos colaborativos de criação em dança. Mestre e doutorando em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas/SP e Pós Graduação no Programa Didático Pedagógico de Modalidade a Distância UNIVESP/UNICAMP. Formado em balé clássico com especialização no Ballet Nacional de Cuba – Havana no ano de 1992. Estudou de 2008 a 2010 nos cursos livres da London Contemporary Dance School – Inglaterra. Integrou o elenco do Balé da Cidade de São Paulo entre 1993 e 2007, quando atuou como solista nas principais produções da companhia no período. Como professor convidado desde 2015 tem ministrado a disciplina de dança moderna – contemporânea para o programa de formação em dança no Projeto Núcleo Luz. Foi Orientador em dança no Programa Vocacional Dança da SMC e no Programa Qualificação em Dança – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura. Em 2021 como bolsista PED Programa Estágio DiscenteUnicamp, ministrou aula de técnica de dança contemporânea para os alunos do curso de Graduação em dança e Expressão Corporal para os alunos da Graduação e Licenciatura do curso de música.

Coordenador do Curso de Dramaturgia da Dança

Luiz Anastácio

Formado em dança, pós graduado em antropologia e cultura africana, pós graduado em diversidade cultural, extensão em filosofia africana, coordenador do curso de dança da ETEC de Artes, fundador e coreógrafo do grupo Ewé. Desde 2010 desenvolve trabalhos e pesquisa em Dança em países africanos como: África do Sul, Benin e Senegal. Se apresentou como bailarino e coreógrafo em todo território Brasileiro, e no exterior em todos continentes. Estudou dança em diferentes países: Senegal, Benim, França, Croácia, Áustria, Portugal,Alemanha, EUA, Panamá e Colômbia. Coordenou o projeto coreográfico “Brasil Croácia Idas e Vindas” no Festival Internacional de Split. Escritor, autor dos livros “Quando minha escrita na dança se tornou preta” e “Da Silva os que ficaram e os que voltaram”.

Coordenadora do Curso de Figurino para a Dança

Teresa Abreu

É diretora de arte, figurinista, pesquisadora e artista visual. Bacharel em Artes com Habilitação em Figurino e Indumentária pelo Senai (2012). Integrou a equipe das Olimpíadas 2016 e dos Jogos Panamericanos de Lima em 2019. Assinou figurino e arte de campanhas de grandes marcas, como Unilever Internacional e Vigilantes do Peso, e atuou como pesquisadora para as novelas A Regra do Jogo e Velho Chico, ambas na TV Globo, além de ter prestado consultoria para o projeto audiovisual De onde Viemos?, do Laboratório de Arqueologia e Antropologia Ambiental e Evolutiva da USP. Pesquisa e executa receitas afro-indígenas da nossa cultura e as adaptações das culinárias europeias pelas mãos e mentes pretas no projeto autoral Pombagira Gourmet e participa do empreendimento Afro-AlfaBeta, criado em 2020. Entre seus trabalhos mais recentes estão os figurinos do longa-metragem Sol, da diretora Lô Politi, com estreia marcada para 2021; do curta-musical Um Casal Normal, de Diego Moraes, e do espetáculo Umbó, da São Paulo Companhia de Dança.

Coordenador do Curso de Multimídia para a Dança

Élder Sereni Ildefonso

Doutorando em Artes Cênicas (Unesp), possui mestrado voltado para área de pedagogia e criação em artes cênicas para espaços públicos pelo Instituto de Artes da UNESP . Em sua prática artística é idealizador do projeto Lejos – táticas de ocupação, ator/bailarino na Cia. Artesãos do Corpo, produtor da Minha Cia de Teatro e colaborador na Cia. La Casa (Montevidéu) e da Cia. Cymru (UK) . Na área acadêmica foi pesquisador do grupo de estudos Dramaturgia do corpo-espaço e territorialidade (UFU) e do projeto de pesquisa Crítica Literária Materialista (UEM). Atualmente é integrante do Grupo Internacional e Interinstitucional de Pesquisa em Convergência entre Arte, Ciência e Tecnologia – GIIP (UNESP), e do Grupo de Pesquisa Performatividades e Pedagogias (UNESP). Atua como pesquisador/docente nas áreas de: história do teatro; pedagogia do teatro; produção e gestão cultural; estágio supervisionado; estudo do movimento; linguagens cênicas hibridas para espaços não convencionais, teatro e sociedade, performance arte. Atuou como professor temporário na graduação em Dança e Teatro (UFU) e na licenciatura em Artes Cênicas (UEM). Atualmente é professor em teatro na Escola Técnica de Artes (ETEC).

Coordenador do Curso de Produção e Gestão Cultural

Flip Couto

É performer, curador, mediador cultural e educador. Formado no curso de Gestão e Produção Cultural pelo Senac-SP (2013) e em Managing the Arts: Cultural Organizations in Transition pelo Goethe Institut (2016). Há mais de 20 anos pesquisa a cultura urbana e contemporânea e provoca através de seus trabalhos discussões sobre raça, classe, gênero e saúde, contribuindo para a discussão em torno de assuntos como diversidade, educação antirracista e inclusão em diálogo
com as comunidades Ballroom e Hip Hop LGBTQIA+. Idealizador do Coletivo AMEM (2016), membro da House Of Zion (2016), cofundador da Aliança Pró-Saúde da População Negra (2018) e diretor criativo da Agência Voadoras (2020). Integrou o elenco da Cia Discípulos do Ritmo (2001-2015) e Cia. Sansacroma (2016-2020). Atuante na Cultura Hip Hop desde 1999, é um dos pioneiros da dança Locking no Brasil, tendo colaborado com diferentes grupos e artistas, com destaque para
Chemical Funk, D-Efeitos e Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e cantores como Criolo, Fabriccio e Jup do Bairro. Recebeu os prêmios APCA 2018 na categoria Difusão e Memória pelo Festival Vozes do Corpo, com a Cia. Sansacroma, e o Prêmio Denilto Gomes de Dança 2019 na categoria Olhares para Estéticas Negras e de Gênero na Dança por seus trabalhos junto à comunidade negra LGBTQIA+.

Coordenadora de Territórios Culturais

Talita Bretas

É produtora, gestora cultural, bailarina e professora. Pós-graduada em Gestão Cultural pelo Centro Universitário SENAC (2012) e em Museologia pela Universidade Cândido Mendes (2020). Graduada em Dança com especialização em Produção Cultural pela Universidade Anhembi Morumbi (2008). Professora e bailarina formada no Curso Técnico – Bailarina para Corpo de Baile, registrado pelo MEC (2004). Começou a trabalhar com Produção Cultural no ano de 2006 na Secretaria de Estado da Cultura pelo TD – Teatro de Dança e, por 10 anos, foi coordenadora de produção de vários projetos de artistas e companhias independentes do cenário da dança em São Paulo, contemplados por editais e leis de fomentos por meio da empresa Ação Cênica Produções Artísticas. É idealizadora e diretora do Portal MUD, fundado em 2014 e membro do CID – Conselho Internacional da Dança da UNESCO, tendo sido reconhecido pela ONU como ação inovadora de combate à Covid-19 no ano de 2020. Esta é uma plataforma que pensa e divulga a dança como arte, saber e profissão e pelo qual realizou mais de 10 projetos, com duas indicações ao Prêmio APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte (2016/17), além de ter recebido os prêmios Brasil Criativo (2016), Denilto Gomes (2015/18/20) e Aldir Blanc (2020).

CURSOS DE EXTENSÃO CULTURAL

Coordenadora de Área

Cássia Navas

É professora, autora, pesquisadora e curadora. É graduada em direito pela USP (1981), doutora em dança e semiótica pela PUC -SP (1997), pós-doutora em artes pela ECA -USP (2002), especialista em gestão e políticas culturais pela Unesco – Université de Dijon / Ministère de la Culture France (1995). Atua como professora-pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena – Instituto de Artes/Unicamp, tendo sido professora convidada do Master Danse – Université de Paris 8. Autora de vários livros e artigos, foi pesquisadora do Idart/Secretaria Municipal de Cultura (SP), coordenadora da Rede Stagium e da Oficina Cultural Oswald de Andrade (São Paulo) e consultora do TD- Teatro e Dança (São Paulo, 2006-11). É curadora/ consultora de programas/projetos, como o Programa de Qualificação em Dança (São Paulo, 2015-21), Dança + Cidade (Sesc Pinheiros, SP/2015), Dancing: Inside Out (Frankfurt/2016), Plataforma Formação Estado da Dança (Piracicaba/2016), Seminários Ida-e-Volta, Dança: Brasil-França (France Danse Brésil 2016-17), CCSP – Centro Cultural São Paulo: Dança em Diálogo (2015-17) e Dança + Cidade, Modo Casa (Sesc Registro, 2020). Parte de sua produção compõe o site www.cassianavas.com.br e o canal YouTube Cássia Navas.

OPORTUNIDADES E PROJETOS ESPECIAIS

Consultora

Alice Arja

É bailarina, professora, gestora e consultora. Formada como bailarina pelo Centro de Dança Rio, especializada nas técnicas inglesa, russa e cubana de balé clássico. Especializada em dança infantil com Renée Wells. Especializada em Terminologia e codificação da dança clássica, em repertório prático e teórico e em história da dança. Teve sua formação em dança com nomes como Hector Mercado, Norma Lannes, Ragneda Einchenbaun. Em 1989, funda no Rio de Janeiro a Escola de Dança Alice Arja, onde cria e desenvolve seu próprio sistema de formação em balé e sua metodologia de dança para crianças, replicada em diversas escolas no Brasil, no Paraguai e na Argentina. É também fundadora da Companhia de Ballet do Rio de Janeiro, entidade sem fins lucrativos que mantém o projeto social Dança É Educação. Em 2008, tornou-se representante brasileira na escola do Miami City Ballet, sendo responsável por garimpar e selecionar talentos para o curso intensivo de verão da instituição. Em 2013, especializou-se no currículo americano de dança pela escola oficial do American Ballet Theater. Desde 2017 coordena o Curso de Capacitação Profissional – Ballet no Sindicato dos profissionais de dança do Rio de Janeiro e, em 2018, lança o curso on-line Dança para Professores. Desde 2021 é consultora técnica do Instituto Interamericano de Coreografia de Miami (EUA). Atua como professora e jurada em diversos festivais pelo Brasil e a América Latina.

X